Vila Real de Santo António

Dicas de viagem para Vila Real de Santo António no curso inferior do Rio Guadiana, a fronteira do Algarve em Portugal com a Andaluzia em Espanha: Hotéis e apartamentos para férias, praias de areia e casino em Monte Gordo na Baia de Cádis, excursões de barco no Guadiana, estádio e campos de golfe, pontos de interesse, Sapal de Castro Marim, barca para Ayamonte, historia,…
Vila Real de Santo António
  • Distrito: Faro > Município: Vila Real de Santo António > Freguesia:
  • População: 11.900
  • Distâncias: Faro Aeroporto 66 km Lisboa Aeroporto 325 km

Vila Real de Santo António é um município no distrito de Faro (Algarve), região mais sul de Portugal.


Vila Real de Santo António localização e acesso

Vila Real de Santo António no Rio Guadiana, a fronterira com a Espanha

A cidade está situada na foz do Guadiana, o rio fronteiriço entre o Algarve e a Espanha. O Sotavento Algarvio projeta-se de Vila Real até Olhão e é também conhecido como “o Algarve de areia”, graças às suas praias arenosas extensas.

A autoestrada A22, que leva de Lagos, no oeste, até à fronteira com a Espanha, termina a norte da cidade, perto de Castro Marim. Após uma viagem de poucos minutos chega-se a Vila Real da saída 18 da A22. A EN125, o eixo principal do Algarve no sentido oeste-leste, termina em Vila Real. A cidade também é estação terminal da Linha do Algarve, uma linha ferroviária de via única. Os autocarros da empresa EVA Transportes garantem os melhores acessos urbanos e interurbanos; o terminal rodoviário fica na marginal.

Vindo de Sevilha, em Espanha, chega-se à cidade pela autoestrada A49/E1, atravessando a Ponte Internacional do Guadiana perto de Castro Marim. A circulação no troço fronteiriço da autoestrada A22 não é sujeita a portagens. A única ligação direta entre Vila Real e a cidade espanhola de Ayamonte na outra margem do Guadiana efetua-se de barco.


Vila Real de Santo António desporto e lazer

Praias infinitas, excursões de barco e campos de gole

Da foz do Rio Guadiana e ao longo de quase dez quilómetros até às margens do sistema lagunar da Ria Formosa perto de Cacela Velha, estende-se uma paisagem de praias maravilhosas e largas. Aqui, a água é pouco profunda e mais morna do que no Barlavento e proporciona excelentes condições de férias de praia para famílias com crianças pequenas.

A Praça Marquês de Pombal é o largo central da cidade, assim chamada em homenagem ao Ministro do Reino que ordenou a reconstrução da cidade depois do terramoto devastador de 1755. A igreja, situada na periferia da praça quadrada, é ladeada por um conjunto de edifícios de construção idêntica. Esta edificação assegurou a reconstrução da cidade em apenas cinco meses. O obelisco no centro da praça é dedicado ao Rei D. José I.

A Avenida da Republica, orlada de palmeiras, caracteriza-se pelos prédios de arquitetura Art Nouveau. Entre eles, aqui na marginal e com vista sobre o rio, encontra-se o Hotel Guadiana, o primeiro hotel que abriu as suas portas no Algarve. Uma pequena Marina fica no lado norte da marginal. O cais ao lado é ponto de partida para excursões de barco rio acima. O barco para Ayamonte na margem espanhola do rio também parte daqui é estabelece a única ligação direta entre as duas cidades.

A história do golfe é relativamente recente no Sotavento. Mesmo assim, entretanto, existem seis campos de golfe num raio de 15 quilómetros de Vila Real. Outros três encontram-se na outra margem do rio, em Espanha.


Fazer compras em Vila Real de Santo António

Que comprar em Vila Real de Santo António

O nível de preços e também a taxa do IVA diferem bastante entre Portugal e Espanha. Este cenário faz com que muitas pessoas vão às compras no país vizinho. Na outra margem do Guadiana, no centro comercial e no parque empresarial de Ayamonte, encontram-se muitas lojas e hipermercados que vendem equipamentos para o lar, eletrodomésticos e pneus, entre outras coisas, a preços bastante mais baixos dos praticados nas respetivas lojas em Portugal. Encher o depósito do carro também é mais barato em Espanha.


Nos arredores de Vila Real de Santo António

Os arredores de Vila Real de Santo António: Ayamonte, Monte Gordo e Castro Marim

A localidade vizinha de Monte Gordo, no litoral, tornou-se um dos mais importantes destinos de férias no Sotavento, sobretudo devido às praias arenosas extensas e bonitas e à proximidade com a Espanha. Os apreciadores de jogos de azar encontram em Monte Gordo um dos três casinos do Algarve. O Grupo Solverde é o operador dos Casinos do Algarve e detém mais dois, em Vilamoura e na Praia da Rocha. No meio de um pinhal, na periferia leste de Monte Gordo, encontra-se um grande parque de campismo.

A norte de Vila Real fica a vila de Castro Marim, que deve o seu nome ao maciço castelo mouro, que mais tarde foi alargado e aumentado pelos cavaleiros de várias Ordens cristãs. Todos os anos em Agosto realizam-se aqui os Dias Medievais de Castro Marim: O festival pretende recriar um ambiente medieval com torneios, espetáculos, música e muito mais.

O Castelo alberga um museu arqueológico que vale uma visita. Do ponto elevado das muralhas e ameias do Castelo abre-se um panorama espetacular sobre a vila no sopé do monte do Castelo, sobre o Forte de São Sebastião na colina oposta e sobre a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim no Rio Guadiana.

Os conjuntos de salinas e os tanques que se encontram no sapal protegido, servem não apenas para a colheita do Sal Tradicional, mas também se destacam como refúgio para uma grande variedade de aves. A região é um destino distinto e recomendável, particularmente na primavera e no outono.

As terras montanhosas nas redondezas de Castro Marim, a oeste do Guadiana, recomendam-se para caminhadas. Têm percursos pedestres desenvolvidos e marcados. A Barragem de Odeleite e a Barragem de Beliche ficam perto; estes reservatórios são muito importantes para o abastecimento de água ao Algarve.

A pacata aldeia Cacela Velha na margem leste da Ria Formosa é fechada ao tráfego de passagem. Os visitantes podem estacionar o seu carro no espaçoso parque na entrada da aldeia e descobrir o sítio confortavelmente a pé. As poucas casas de Cacela Velha são dominadas por uma pequena igreja e pela impressionante Fortaleza de Cacela Velha, que em séculos passados fez parte integral das fortificações fronteiriças.


História de Vila Real de Santo António

O Marquês de Pombal e a história de Vila Real de Santo António

Onde hoje pulsa a vida na cidade de Vila Real de Santo António, em tempos históricos existia uma pequena aldeia piscatória na desembocadura do Rio Guadiana, chamada Santo António de Avenilha. A povoação foi completamente destruída pelo terramoto e maremoto de 1755. Pouco depois, o Ministro do Reino, o Marquês de Pombal, decidiu edificar uma cidade no local sinistro, para demonstrar força à Espanha, o país vizinho pouco amado. O Marquês de Pombal recorreu a técnicas, que já deram provas da sua valia na reconstrução da igualmente destruída capital, Lisboa. Em tempo recorde, ou seja, em apenas cinco meses nasceu uma cidade, desenvolvida a régua e esquadro, com uma planta que imita uma tábua de xadrez. Em honra do Rei D. José I foi batizada de “Vila Real”, com referência à aldeia tragicamente desaparecida, manteve também o nome do padroeiro Santo António.

Durante o século XIX, Vila Real de Santo António foi um centro importantíssimo de pesca de atum e sardinha e também um porto indispensável do comércio de minério. Em 1886, Vila Real foi a primeira cidade no Algarve que recebeu um sistema de iluminação a gás, um pormenor histórico que também ilumina a grandeza e importância desta cidade em tempos passados.

Desde o declínio da atividade piscatória e da indústria pesqueira nos anos de 1960, o turismo desempenha o papel condutor na economia do Sotavento.


O conselho de Vila Real de Santo António

O concelho de Vila Real de Santo António tem uma área de 58km2 e 19.156 habitantes (2011). Além da própria vila, o concelho abrange as freguesias costeiras Monte Gordo e Vila Nova de Cacela.


Alojamentos Perto
Hotel Apolo Hotel Apolo
Tempo Vila Real de Santo António
As nossas Recomendações
Publicidade